Pub

tacv dossier

O Governo anunciou que já foram enviadas ao Parlamento as informações solicitadas pela Comissão Especializada de Finanças e Orçamento sobre o negócio da TACV com a Icelandair e o acordo com a Binter.

A informação foi avançada esta quarta-feira, 6, pelo Governo no seu site. “Na sequência da nota endereçada pela da Comissão Especializada de Finanças e Orçamento, a 18 de Novembro da corrente, solicitando informações relacionadas com o negócio dos TACV, estudos de avaliação de negócio, bem como os contratos realizados a nível da exploração do negócio no mercado doméstico e internacional, entre outras, foram enviados hoje à referida comissão toda a informação solicitada”, informa o Executivo.

“O Governo está seguro em como a estratégia que está a ser seguida terá bons resultados e contribuirá para a criação de uma nova dinâmica no sector da economia aérea em Cabo Verde, criando novas oportunidades de investimento para o empresariado nacional e estrangeiro, e consequentemente mais e melhores empregos para os cabo-verdianos”, lê-se na nota que acrescenta: “o Ministério das Finanças estará a publicar no seu site (www.mf.gov.cv) documentos e informações relevantes sobre este processo”.



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentários  

0 # HONÓRIO BARRETO 08-12-2017 18:21
Sinceramente, tenho uma certa dúvida de o nosso Hub vá dar certo. Ainda ontem, vi pela nossa TCV a inauguração do Novo Aeroporto Internacional de Dakar, O MAIOR DA NOSSA ÁFRICA OCIDENTAL. Segundo a notícia, o acto era também, ao mesmo tempo, a inauguração do HUB AÉREO DO SENEGAL NO ATLÂNTICO SUL, transportando os passageiros de/em África para os outros continentes e vice-versa. Como gosta de dizer o senhor Luís Silva, no Parlamento, é o Senegal a querer fazer ( e já fez) a mesma coisa do que nós e, diga-se de passagem, com grande mais-valia, pois, o país e o projecto estão inseridos dentro do continente e, também, no continente, socializados. Fico, assim, a pensar no seguinte: e nós aqui, cabo-verdianos, filhos de fora da África, que nunca se juntaram com os manos do continente, nem com os vizinhos da CEDEAO, como vamos socializar o nosso projecto de Hub a nível do nosso continente e competir de igual modo com o Senegal e as Canárias, vizinhos tão próximos? Não estamos nós a criar, em vez de HUB, um grande RABU, como gosta de frisar o meu amigo de peito, Sócrates de Santiago?
Responder
0 # SÓCRATES DE SANTIAGO 08-12-2017 10:48
Concordo plenamente com os comentários dos senhores Santiaguense e José Realista. É preciso, de facto, o Parlamento estar muito atento com essa manobra de diversão, analisar bem o DOSSIER TACV, mormente os contratos com a BINTER e com a ICELANDAIR, pois, os actuais negociadores do dossier são os mesmos homens que estiveram envolvidos no célebre dossier ENACOL e tinham enganado o próprio Presidente da República, na altura, o nosso saudoso e inesquecível DOUTOR ANTÓNIO MASCARENHAS MONTEIRO, enviando-lhe um contrato falso e escondendo ou rasgando o contrato verdadeiro. Pois é, meus caros, esta turma de José Gonçalves, Olavo Correia, Ulisses Silva, Gualberto do Rosário e Carlos Veiga é , em verdade, muito perigosa e um grande "EXPERT" em matéria do género. Todo o cuidado é pouco!
Responder
0 # José Realista 07-12-2017 08:12
Os Cabo-verdianos precisam conhecer as cláusulas confidenciais , os de [censurado] devem continuar a pressionar o governo nesta matéria, que sem essas informações , continuamos com a pulga atrás das orelhas. Precisamos saber aonde a luinguica está pendurado
Responder
0 # Santiaguense 06-12-2017 23:53
Até que enfim. O governo sentiu-se encurralado com pressão dos partidos políticos da oposição, imprensa escrita e falada. Neste dossier notou-se falta de uma palavra que seja do Presidente da República. Funcionou a solidariedade política em detrimento da legalidade e interesses dos Cabo-verdianos. Espero bem que o contrato enviado ao Parlamento, seja o verdadeiro. Já não é tolerável mais confidencialidade. O interesse dos Cabo-verdianos tem que sobrepor ao dos privados.
Responder