Pub

Gofinhos Boa Vista 01

Cerca de 200 golfinhos deram à costa esta terça-feira, 24, na praia de Altar, perto da localidade de Bofareira, na ilha da Boa Vista. 163 foram devolvidos ao mar, mas ainda se desconhece a causa desta tragédia.

De acordo com a delegada do Ministério da Agricultura e Ambiente, a bióloga Ivone Delgado, após terem sido informados desse arrojamento, mobilizaram-se as ONG, turistas em excursão, a protecção civil e outas autoridades que se engajaram para tentar devolver ao mar os golfinhos que ainda estavam vivos.

Entretanto, conforme Ivone Delgado relatou, por volta das 15:00, parte dos golfinhos regressou à costa, mas conseguiram fazer com que alguns retomassem o mar.

“Fizemos a recolha a músculos de três golfinhos que morreram, para análises biológicas no exterior, a fim de saber quais as causas deste arranjamento”, afirmou a técnica, adiantando que na quarta-feira vão fazer o ponto da situação e ver o que fazer com os golfinhos que já estão mortos.

Segundo, Ivone Delgado, técnica do Ministério da Agricultura e Ambiente, com o engajamento dos cidadãos nacionais, nomeadamente moradores do norte da ilha e da Bofareira e dezenas de turistas que interromperam as suas excursões foi possível devolver 163 golfinhos ao mar.

Uma tarefa que conforme salientou não foi nada fácil, mas muito gratificante. Ao Boa Vista no Ar, Ivone Delgado avançou que já recolheram as amostras dos três golfinhos que acabaram por falecer, para a realização de necrópsia e tentar saber as possíveis causas desse arrojamento.

Esta nquarta-feira a equipa vai voltar ao terreno e ver o ponto de situação, tendo em conta que alguns golfinhos que foram devolvidos ao mar, voltaram à praia.

Com Boa Vista no Ar e Inforpress



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentários  

0 # Elsa Vieira- 26-09-2019 13:07
Favor corrigir. A Ivone é Técnica do MAA
Responder
0 # FRANZ FANNON 25-09-2019 09:23
Se os cetáceos de verdade são estes que aparecem na foto, então há que dizer que não são golfinhos mas sim uma espécie da baleia chamada de baleia piloto.
Responder
0 # Maria Rodrigues 25-09-2019 08:48
Já todos sabemos que o que desorienta os golfinhos é o uso do sonar de potência elevadíssima submarino secreto americano
Responder