Pub

jose luis karaté

A Polícia Judiciária emitiu há instantes um comunicado a afirmar que a morte do agente da Polícia Nacional, José Luis Correia, encontrado morto esta quarta-feira em Assomada, foi provocada por "hemorragia digestiva alta", segundo o laudo médico.

A nota da PJ é sucinta: "A PJ através da Secção Central de Investigação de Crimes Contra Pessoas (SCICCP) – Brigada de Prevenção de Homicídios – informa que o resultado da autópsia realizada esta quinta-feira, 21, ao cadáver do agente da Polícia Nacional, José Luís Correia, falecido esta quarta-feira, 20, na cidade de Assomada, Concelho de Santa Catarina, de Santiago, aponta para morte natural, decorrente de hemorragia digestiva alta".

Em termnos clínicos a hemorragia digestiva alta, derivada de cirrose hepática (doença do fígado) ocorre quando a presença de varizes no estômago e no esôfago. Os vasos sanguíneos desses órgãos não estão preparados para receber tamanho fluxo e pressão sanguínea, e podem romper-se espontaneamente.

"As hemorragias digestivas das varizes de esôfago costumam ser dramáticas, com perdas maciças de sangue através de vómitos. O paciente vomita sangue vivo e em grande volume", segundo explica um médico contactado por Santiago Magazine.

Esse volume "anormal" de sangue encontrado junto ao corpo da vítima terá estado na origem da informação dada aos jornais por elementos da PN que foram ao local ainda antes de o cadáver ter sido revirado para investigação, o qual resultou em notícias deste e de outros jornais de que José Luis Correia teria sido baleado, eventualmente, pelas costas. A autópsia, entretanto, veio revelar que se tratou de "hemorragia digestiva alta".

O funeral do agente da PN acontece esta tarde em São Lourenço dos Órgãos.

Sobre a mulher que esta quinta-feira foi encontrada sem vida em Achada Baleia a PJ diz: "A Polícia Judiciária informa, ainda, que o corpo encontrado sem vida esta quinta-feira, 21, na localidade de Achada Baleia, em São Domingos, foi identificado como sendo de Maria Antónia Lobo Andrade, de 44 anos, que se encontrava desaparecida desde ontem, quarta-feira, 20, e que a mesma, que sofria de problemas de epilepsia, teve morte por afogamento".



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentários  

0 # toto 21-11-2019 18:23
M.A.L.A terá padecido de epilepsia e em consequência afogado ,mais onde foi encontrada e' ruta comum no dia a dia ?
Muito triste .
Responder
0 # toto 21-11-2019 18:12
Essa morte não e' normal porem não decorrente de acção violenta . R.I.P .
Responder