Pub
Por: TSF

 Amilcar Cabral

Os combatentes da liberdade da Pátria Pedro Pires, Silvino da Luz, Olívio Pires, Luís Fonseca, Júlio de Carvalho falam esta sexta-feira, às 15h00, aos alunos da Escola Secundária de Santa Maria, no Sal. É uma “Conversa Aberta”, uma das muitas actividades que a Fundação Amílcar Cabral promove esta semana naquela ilha para assinalar o dia 13 e o dia 20 de Janeiro. 

Já neste sábado, a partir das 9h00, com partida nos Paços do Concelho, na cidade de Espargos, acontece a Maratona da Liberdade e dos Heróis Nacionais. Segue-se uma visita a locais de interesse histórico (11h00) e, à noite (20h00), realiza-se um espectáculo com vários artistas, na Praça 19 de Setembro.

Domingo, 20 de Janeiro, o dia começa com a cerimónia do içar da bandeira, às 9h00, nos Paços do Concelho, e a deposição de uma coroa de flores junto à estátua de Amílcar Cabral, no aeroporto da Ilha, que leva o nome deste grande herói nacional e onde também decorre uma exposição sobre o mesmo. 

A partir das 9h45, Pedro Pires, na qualidade de presidente da Fundação Amílcar Cabral, e Júlio Lopes, presidente da Câmara Municipal do Sal, dirigem o Acto Central do 20 de Janeiro. Na ocasião, Silvino da Luz proferirá uma dissertação sobre “O papel histórico da ilha do Sal os processos de libertação da África do Sul, Angola e Namíbia”. 

Durante o evento também serão entregues prémios aos vencedores das actividades desportivas e dos concursos realizados no âmbito destas celebrações: torneios de futebol (Taça Amílcar Cabral sub-16 masculino, Taça Paula Fortes Feminino) e de futsal em masculino e feminino), concursos de poesia, desenho e pintura (alunos do 1º ao 4º ano de escolaridade) e também de desdobráveis, telas e caricaturas e produções plásticas com reciclados. 

Durante esta semana também foi lançado o livro de inéditos de Amílcar Cabral “A Luta criou raízes”, numa cerimónia em que participaram as produtoras da obra, Olívio Pires, Luís Fonseca e Francisco Tomar, vários livros sobre este herói nacional foram doados à Biblioteca Municipal e a escritora Marilene Pereira, que acaba de lançar “A Turma do Cabralinho”, animou algumas sessões de contos de estórias infantis sobre Cabral. 



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentar