Pub
Por: Redacção

Praia Cape Verde

Um grupo de cambistas ilegais que opera no Plateau é suspeito de assaltar uma loja chinesa tendo levado todo o dinheiro da caixa. O crime aconteceu na noite de terça-feira, 19, altura em que a loja estava a fechar. A PJ já deteve os suspeitos.

Uma das lojas chinesas no Plateau foi assaltada na noite desta terça-feira. Os meliantes, que, ao que consta entraram encapuzados e armados na loja na altura do fecho, levaram todo o dinheiro da caixa (desconhece-se o valor surripiado) e ainda ameaçaram matar o proprietário.

Segundo soube Santiago Magazine, os suspeitos são alguns cambistas ilegais que têm por hábito permanecer na principal Avenida do centro histórico da cidade (Avenida Amílcar Cabral) e sobretudo em frente a essa loja que fica em defronte ao Ministério das Finanças. Terão sido identificados pelas câmaras de vídeo-vigilância instaladas no local por causa da roupa que estavam a usar.

Accionada, a Polícia Judiciária, com base nas informações dos chineses que conseguiram identificar os presumíveis assaltantes, terá estado ainda ontem no local, tendo inclusive, atestam as nossas fontes, levado os indivíduos suspeitos que terá encontrado no mesmo local onde costumam vender e comprar divisas no mercado negro do dinheiro do Plateau. O grupo foi encaminhado às instalações da Polícia Judiciária para interrogação.

Se houver, de facto, provas firmes contra esses cambistas, estes deverão ser entregues ao tribunal hoje ou amanhã, para a legalização da prisão.



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentários  

0 # Autoridade do Estado 23-06-2018 17:06
Mais uma vez fica claro a total ausência da autoridade de Estado mesmo "na barba cara do MINMINFIN" onde operam os cambistas, que são criminosos, onde actuam impunemente. Um país sem norte que caminha a passos largos para o colapso.
Responder