Pub

bolsonaro

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, anunciou hoje na Praia que o Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, visita Cabo Verde em 2020, no âmbito da nova visão do relacionamento do país da América do Sul com África.

A posição foi assumida em declarações à Lusa por Ernesto Araújo depois de ter sido recebido pelo primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, no âmbito da visita de algumas horas que está a realizar a Cabo Verde. “Sem dúvida. O Presidente me disse que quer muito vir no ano que vem a Cabo Verde”, afirmou o governante, acrescentando que a data da visita está já a ser concertada com o Governo cabo-verdiano. “Certamente seria um sinal muito claro dessa nossa prioridade, dessa nossa visão de aproximação”, insistiu Ernesto Araújo.

Em declarações à Lusa também no final da visita ao primeiro-ministro, o ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades de Cabo Verde, Luís Filipe Tavares, confirmou igualmente a possibilidade da visita de Jair Bolsonaro ao país.

“Vamos trabalhar [na articulação das datas]. Será um prazer para Cabo Verde, o Brasil é um país irmão. Nós temos relações históricas com o Brasil”, disse o governante cabo-verdiano.

O ministro Ernesto Araújo descreveu como “excelentes” as relações entre o Brasil e Cabo Verde. “Cabo Verde é o país mais próximo do Brasil geograficamente e também, certamente, um dos mais próximos na nossa visão do mundo e nessa nova etapa da nossa política externa queremos um lugar muito especial para África”, destacou o ministro brasileiro.

Acrescentou que nessa nova estratégia do Brasil para África, Cabo Verde “é um parceiro essencial”. “O Brasil quer reestruturar, intensificar a sua presença em todo o continente africano mas muito especialmente aqui com Cabo Verde. Já identificámos com o ministro, com o primeiro-ministro, parcerias excelentes na parte económica, cultural, de segurança. Queremos realmente, a partir de uma base histórica muito profunda, construir uma parceria muito intensa com Cabo Verde”, destacou.

 

Veja também no Santiago Magazine:

Com Estatuto Especial Praia passará a receber 0,005% dos impostos do Estado

Ponto de vista. Praia, Santiago, em Vias de Colapso?...

Carta Aberta de JHA. Uma jovem mulher que escolheu Cabo Verde!

 

Já Luís Filipe Tavares recordou que o Brasil está a uma viagem de três horas e meia de Cabo Verde e que o objetivo é reforçar as relações bilaterais. “Falámos de várias áreas de cooperação, comércio, mas também cooperação para a paz e para segurança nesta região do mundo”, explicou o chefe da diplomacia de Cabo Verde.

Acrescentou que o Brasil “quer utilizar Cabo Verde para ser a plataforma para o comércio com a África ocidental e com toda a África”, até tendo em conta os 300 milhões de consumidores na Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), que Cabo Verde integra.

“Podemos fazer aqui um casamento muito feliz entre o Brasil e África, via Cabo Verde”, concluiu.

Além de Cabo Verde, o ministro das Relações Exteriores brasileiro vista esta semana Senegal, Nigéria e Angola, com o intuito de debater temas relacionados com a defesa, segurança, comércio e investimento, anunciou na sexta-feira o Governo do Brasil.

Com Lusa



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentar