Pub

 Augusto Neves Câmara Municipal de São Vicente

O presidente da Câmara Municipal de São Vicente, Augusto Neves, garantiu esta segunda-feira não se reconhecer nas críticas feitas durante a manifestação de 05 de Julho, no Mindelo, e disse ter “outras vias” para as coisas acontecerem.

O autarca reagia assim às críticas feitas na última semana, tanto pela UCID, como pelo PAICV, todos da oposição, sobre o seu “silêncio” relativamente à manifestação, que reuniu no Mindelo milhares de pessoas no último 05 de Julho.

Augusto Neves assegurou, em conferência de imprensa, que a câmara não se reconhece nas críticas feitas durante a manifestação e tem “outras vias, muito mais céleres” de fazer com que as coisas aconteçam.

“Aliás, estas vias é o facto de termos hoje em São Vicente muitas obras a acontecerem, muitos jovens a trabalharem”, considerou, acrescentando que “estes partidos e grupos que estão incitando a violência não gostam da ilha”.

O presidente da edilidade disse ser uma “vergonha” que o presidente da UCID, António Monteiro, e o coordenador do PAICV, Alcides Graça, usem a “bengala” Sokols, promotora da iniciativa, para incitarem a violência numa “ilha pacata e de pessoas trabalhadoras”.

Já aos responsáveis do Sokols, pede-se, segundo a mesma fonte, que “tirem as máscaras e assumem o seu partido”.

“Onde estiveram estas `mascrinhas” nos 15 anos de governação desastrosa do PAICV”, questionou, acrescentando ser “absurdo e ridículo” exigir deste Governo do MpD, em três anos, aquilo que não foi resolvido em 15 anos de governação.

Augusto Neves assumiu que as pessoas podem “reclamar à vontade”, uma vez que se está num país onde a liberdade é o fundamento, mas pede para que não se aproveite estas oportunidades em “momentos de pré-campanha”.

Isto porque, ajuntou, no próximo ano haverá eleições legislativas e todos podem trazer as suas propostas, tal como ele já se disponibilizou perante o seu partido e perante o povo para uma nova candidatura à câmara municipal.

“São Vicente irá julgar as pessoas no momento certo, não antecipemos as coisas”, reforçou, adiantando não se preocupar com a governação, já que sabe do trabalho que o Governo e a câmara estão a fazer.

“Nós estamos diariamente no terreno e sabemos da avaliação da população”, lançou Augusto Neves, para quem esta “sabe fazer as coisas certas e nos momentos certos”.

“Não vão atrás das loucuras e das cantigas daqueles que estão à procura de algo em benefício próprio ”, concretizou, exortando aos senhores, a quem chama de “filhos do partido único”, a trabalharem todos para “melhoria da qualidade da vida das pessoas” e não aproveitarem destas para “demagogia e sensacionalismo barato”.

Com Inforpress



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentários  

-1 # Fantonnelli Mariah 17-07-2019 11:04
Sem pretender concordar com o termo "mascrinhas" utilizado pelo presidende da CMSV, aliás, num outro comentário sobre um outro assunto em que o Sr. Alcides Graça responsável do PAICV em S. Vicente alertava para o perigo de explosão de uma panela que estava em ebulição, questionei sobre as sucessivas manifestações do movimento Sokols em apenas 3 anos de governação do MpD, que as considero legitimas e, ao mesmo tempo, duvidar da intenção deste movimento em que durante os 15 anos da governação do PAICV, ou pelo menos nos últimos 5 anos em que S. Vicente era mediatizada em como a ilha estava estagnada, o desemprego galopava, o excessivo centralismo em Santiago, entre outros males que fustigavam a ilha, nem por isso se deu conta de uma manifestação que seja, nem do Sokols e nem daqueles que estavam nos "colinhos" e que hoje 17/07/2019 estão a reclamar no parlamento como os verdadeiros sanvicentinos. É caso para dizer: ou o movimento Sokols está mascarada fingindo de um movimento pro S. Vicente, ou durante os 15 anos de governação do PAICV, tudo estava bem. Concordo com a intervenção do Líder Parlamentar do MpD Dr. Rui Figueiredo que questionou os de[censurado]dos da oposição de S. Vicente, a dizerem o quê que mudou em S. Vicente relativamente as manifestações do Sokols de 22/04/2016 para 05/07/2019. Este Sokols precisa ser melhor analisado do ponto de vista das suas manifestações.
Responder
+3 # Bruno Almeida 16-07-2019 11:17
Vocês estão neste momento no poleiro é porque os patos e galinhas eleitores vos colocaram nesse patamar né ?

É preciso saberem ouvir!

Olha esse outro aí ao lado, um postinho na CMSV e tem grandes dificuldades em cumprimentar as pessoas porque acha que somos mendingos e que vamos pedir alguma coisa dele. O poder corrompe e as vezes idiotece!
Responder