Pub

Virgínia Dias, natural do concelho de São Miguel na ilha de Santiago e emigrante em Portugal há 18 anos, é uma das candidatas a deputada municipal no município de Seixal, pelo Partido Socialista (PS), nas eleições autárquicas de 2017.

Esta cabo-verdiana, que é militante do PS fazem agora 5 anos, foi convidada pelo candidato do PS para a Câmara Municipal do Seixal, Eduardo Rodrigues, vai integrar a lista para a Assembleia Municipal daquele município. Eles se conheceram em atividades de campanha e nas atividades paroquiais. Segundo Virgínia Dias “perguntei ao Eduardo Rodrigues porque me convidou e ele respondeu que o convite deve-se ao meu contributo à comunidade local por um lado, e por outro lado, a comunidade cabo-verdiana ficará bem representada com o meu contributo”.

Eduardo Rodrigues atualmente é Vereador do PS na Câmara Municipal do Seixal e candidata-se à mesma com o lema “PS – Fazer Melhor pelo Seixal”.

Virgínia Dias tem participado de forma ativa naquele concelho, sendo uma personalidade muito conhecida na comunidade cabo-verdiana ali residente. É uma das acérrimas ativistas a favor da participação política das mulheres, principalmente das imigrantes. Criou, em 2001, o Grupo Coral Católico da Quinta da Princesa, sendo até hoje responsável pelo grupo, apoiando na Eucaristia e auxiliando os seminaristas que chegam dos de países Africanos.

Tem sido uma voz ativa a favor das mulheres e dos cabo-verdianos, em geral, através da política e do associativismo, e tem trabalhado pelas causas do desenvolvimento.

Virgínia Dias é Auxiliar de ação médica, casada e mãe de 3 filhos.



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentar