Pub

Helena Semedo lima Director Adjunto FAO 768x426

A cabo-verdiana Helena Semedo, directora-geral adjunta da ONU para a Agricultura e Alimentação (FAO) diz que de momento não está nos seus planos candidatar-se à Presidência da República, contrariando assim vozes que lhe apontavam como potencial candidata.

“…Não posso dizer hoje que é impossível, mas que não está nos meus planos, neste momento, não está”, afirmou Helena Semedo em entrevista ao jornal Expresso das Ilhas, cuja saída esta semana foi hoje antecipada por causa do feriado nacional nesta quarta-feira, Dia de Nossa Senhora de Assumpção.

Helena Semedo, que fez estas declarações ao ser abordada sobre a possibilidade de se candidatar ao mais alto cargo da magistratura cabo-verdiana, assegurou que ainda não pensou no assunto, já que vive fora de Cabo Verde há 15 anos e, por conseguinte, há pessoas que estão cá e que têm “mais condições” do que ela, mas poderá dar o seu contributo “na procura de uma solução.

Deixou, porém, transparecer que gostaria de ver uma mulher como próxima Presidente da República de Cabo Verde.

Semedo, que segundo o “Expresso das Ilhas”, termina o seu mandato em Dezembro de 2019, quer continuar a colocar a experiência adquirida ao serviço do mundo, mas, diz ela, “sempre que possível, quer contribuir para Cabo Verde”, seu país de origem.

Helena Semedo põe a hipótese de usar a sua “visibilidade” para “trazer mais mulheres para a esfera política e para a esfera internacional” e lutar para que em Cabo Verde haja “mais igualdade e mais equidade do género”.

“Só sei que não vou parar, porque julgo ter ainda muito para dar”, concluiu a directora-geral adjunta da FAO, que antes foi assistente do director-geral desta organização das Nações Unidas, além de ter desempenhado, em Cabo Verde, as funções de ministra responsável pelas pastas ligadas à Pesca, Mar, Agricultura e Recursos Naturais.

Para a dirigente da FAO, o que hoje se desperdiça, seja na produção, seja no consumo, “seria o suficiente para alimentar a África subsariana”.

Anunciou, por outro lado, que em Novembro a FAO vai organizar uma “grande reunião” sobre a agricultura em que o tema será “inovação”.

Segundo ela, hoje se debate cada vez mais a questão da agricultura verde, a protecção do ambiente, uma vez que os “recursos são cada vez mais escassos”.

Com Inforpress



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentários  

-1 # Daniel Carvalho 17-08-2018 20:52
Descorado. Do lado do MPD, há muitos outras opções em jogo. Não volto a e referir a tais nomes por questão de respeito.
Mas Carlos Veiga não deixa de ser uma possibilidade, legítima e qualificada. Capaz, como de resto já provou.
Responder
0 # H2SO4 15-08-2018 04:52
Isso é despistagem para boi dormir. O Mano Bran o está diariamente preparando a sua campanha...... sem djobé pá lado...
Responder