Pub

jacinto santos

O ex-autarca cabo-verdiano e primeiro presidente eleito da cidade da Praia, Jacinto Santos, afirmou esta segunda-feira, 9 de setembro, que Angola deve alcançar “um amplo consenso” sobre o modelo autárquico que quer adotar e assegurar a sua gestão democrática.

O antigo presidente da Associação Nacional de Municípios de Cabo Verde, que cumpriu dois mandatos à frente da Câmara Municipal da Praia, interveio esta segunda feira, em Lubango (Huíla), numa palestra nas VIII Jornadas Parlamentares da UNITA, na qual partilhou as experiências de Cabo Verde no domínio autárquico.

Em declarações à Lusa, Jacinto Santos salientou a importância de Angola alcançar “um amplo consenso” sobre o modelo autárquico que quer implementar e desenhe um figurino que “potencie e assegure a gestão democrática” das autarquias.

“Não basta criar os municípios, é preciso que sejam geridos democraticamente”, enfatizou,

Para o fundador do MPD (Movimento para a Democracia), que também militou nas fileiras do PAIGC (Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde), mas está afastado da política ativa desde 2000, o modelo de gestão autárquica deve envolver a participação ativa dos cidadãos e dos atores locais, e estar voltado para o desenvolvimento.

Segundo Jacinto Santos, o modelo deve ainda estar assente no princípio de colegialidade a nível da tomada de decisões, garantindo um órgão com poderes efetivos de decisão e “assembleias municipais com poder deliberativo e forte capacidade de fiscalização e de seguimento das políticas públicas locais”.

Em relação às duas perspetivas que se debatem atualmente em Angola, depois de ter sido aprovado um pacote legislativo autárquico - uma de implementação gradual do poder local e outra favorável à realização de eleições gerais municipais –, o antigo autarca cabo-verdiano diz-se defensor da segunda.

“Fico com a sensação de que o país ganharia se optasse por essa via, mas essa é uma decisão que as autoridades angolanas têm de tomar”, advogou o antigo político, atualmente ligado à economia solidária através de instituições de microfinanças.

“Daria uma coerência inicial e uma diversificação maior da paisagem autárquica em termos de prioridades de modelo de governação e opções de desenvolvimento”, considerou ainda.

Quanto à eventual implementação gradual do poder local, “envolve um poder local de geometria variável” em função de conjunturas políticas, opinou.

Jacinto Santos sublinhou ser “fundamental que as forças políticas no parlamento encontrem um consenso alargado sólido para formatar um modelo autárquico que seja feito para durar e que tenha uma matriz sólida e percetível para as populações” perceberem que é “uma oportunidade de mudar as suas vidas”.

As VIII jornadas parlamentares da UNITA decorrem entre hoje e sábado nas províncias da Huíla e do Cunene, com um programa alargado de palestras e visitas de campo.

Com Lusa



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentários  

0 # leao 06-10-2019 11:57
dizem que um antigo trotskista lobo hoje travestido de cordeiro. Pensa que ainda engana o povo da Praia. Talvez nao engana nem os menos informados.
Responder
+4 # Gérôme 12-09-2019 16:34
Este é o Chico esperto !!!! Aos poucos vai tentando se auto branquear. Tudo fez para ser esquecido por uns tempos e na calada do silêncio tentar se auto limpar a imagem de corrupto e aldrabão. De noite para o dia ficou rico. Comprou todo o plateau.
Pensa que engana as pessoas. Virou até beato!!! Mdr kkkkkkiiii nha a macaco. Devia estar ao lado do Nana. Desavergonhados!!!!
Responder
0 # cunene 10-09-2019 21:21
Arnaldo Silva detido e indiciado por burla, falsificação de documentos e associação criminosa
Responder
0 # luanda 10-09-2019 21:16
por cá já sabemos que este homem governou o Municipio da Praia durante mais de 8 anos (1992 a 2000) mas deixou a Cidade um caos que nunca mais acaba.
Responder
0 # huila 10-09-2019 21:14
Um homem tao incoerente a falar de coerencia.
Responder
0 # TH 10-09-2019 21:13
o sr jacinto exilou-se?
Responder
0 # Barby 10-09-2019 21:12
É preciso gerir os solos democraticamente.
Responder