Pub

incendio planalto leste

Incêndio já consumiu área equivalente a 15 estádios de futebol. Delegado da Agricultura fala em "situação alarmante"

Segundo fontes no local, o fogo deflagrou-se por volta das 5 horas da madrugada desta quarta-feira na zona florestal de Pico da Cruz no Planalto Leste, no Porto Novo. Até este momento, o fogo ainda não foi controlado tendo já devastado cerca de 15 hectares da floresta e destruído várias espécies endémicas. Segundo o delegado do Ministério da Agricultura no concelho, Orlando Delgado, no há sério risco de a população local poder ser atingida.

Estão envolvidos na operação bombeiros dos três concelhos da ilha de Santo Antão, Porto Novo, Ribeira Grande e Paul, assim como a população do Planalto Leste. Mesmo assim, os bombeiros têm tido problemas para conter o avanço das chamas, pelo que a Protecção Civil do Porto Novo já solicitou reforço de militares e bombeiros de São Vicente para auxiliar a circunscrever o incêndio  que consome desde da madrugada a zona florestal de Pico da Cruz, onde concentra boa parte da reserva natural  do Planalto Leste. 

A Polícia Nacional no Porto Novo, contactada por Santiago Magazine, afirma estar a investigar ainda a origem do incêndio, mas já há indicações de ter sido fogo posto, provocado pela queima de palha num terreno contíguo que está a ser preparado para a sementeira. Versão defendida também pelo delegado do MAA, Orlando Delgado.

Este é o segundo incêndio ocorrido  no perímetro florestal do Planalto Leste em pouco mais de um mês. O último tinha acontecido no passado dia 29 de Abril  e consumiu apenas 3 hectares de uma área densa coberta de pinheiros e outras plantas endémicas. Desta vez, os estragos são muito maiores.



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentar