Pub

Brava

Clóvis Silva, deputado nacional, disse esta quinta-feira, 14, que a causa de todos os problemas da ilha é a falta de transportes, culpando os sucessivos governos. Um grupo prepara uma manifestação amanhã, 15, a favor da ilha. O MpD já reagiu.

O deputado nacional do PAICV, Clóvis Silva, chamou hoje a imprensa para criticar o governo pela situação de isolamento em que a ilha se encontra por causa da falta de transportes. Exigindo que o problema seja resolvido o quanto antes, Silva lamentou a “situação difícil” por que passa a população bravense ao longo dos tempos.

No seu entender, a questão dos transportes marítimos tem sido um desafio para os sucessivos governos de Cabo Verde, ou seja, desde a independência não teve uma solução satisfatória, nem estabilizada e muito menos normalizada, reconhecendo que mesmo com os esforços feitos pelo Governo do PAICV o problema persiste e a ilha continua cada vez mais isolada.

“Não há um único Governo desde o início deste Cabo Verde independente que possa dizer que teve uma solução definitiva em relação à ilha Brava, e ao fim de 42 anos de independência, a ilha continua a ser a mais mal servida do país em matéria de transporte, mais dependente”, suscitou frisando que a situação dos últimos dois meses contribuiu para a falta de oxigénio na Delegacia de Saúde e rotura no fornecimento de vários medicamentos.

Para o deputado, Brava continua a ser a ilha com crescimento demográfico e económico negativo, com menos ambição, há cada vez mais casas desabitadas, menos jovens e crianças nas escolas e abandonada pelos cidadãos que querem crescer e vencer na vida.

Clóvis Silva que se mostrou contornado, disse que a situação é “insustentável” e “lamentável”, porque o Governo ainda não se pronunciou por uma questão que tem deixado a população ansiosa e desanimada.

“Como deputado do PAICV e como filho da ilha Brava, já contactamos a Cabo Verde Fest Ferry e a informação que tivemos é que ainda não há possibilidades de ter um transporte mais recente, poderá haver uma ligação no sábado, mas nada de concreto. Vamos contactar o Governo para ver se já existe uma solução e qual serão as perspectivas futuras para que possamos transmitir isso a população”, sublinhou.

O Governo ainda não reagiu. Quem veio a terreiro foi o MpD, partido que suporta o governo, para, através do secretario geral adjunto, Carlos Monteiro, vir “pedir desculpas aos bravenses pelos transtornos que tem passado nos últimos dias”. O comunicado do partido ventoinha faz notar que a manifestação agendada para amanhã, 15, - e que diz ser “sinal de revitalização da liberdade – tem por detrás o PAICV. “O que o MpD não entende é a atitude do PAICV como instigador de manifestações. Instigador de manifestações em relação a matérias onde o seu Governo teve grandes responsabilidades, como é o caso do isolamento da Brava durante longos 15 anos”.

O MpD garante que o Governo “dará já no próximo ano uma solução estruturante para o transporte marítimo inter-ilhas, solução esta que irá constar no OE2018”.



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentários  

0 # Joaquim cardoso 15-09-2017 18:05
Assim vai continuando,fazendo asneira porque. Governar não é pra eles,fincando a justificar com o governo anterior.quem diz que tinha solução? Não é os senhores....não venha com desculpa, foram eleitos para governar
Responder
0 # Salazar Fonseca 15-09-2017 16:53
Ver programação do CVFF. Tem Praia Daguada... onom?
Responder
0 # Salazar Fonseca 15-09-2017 16:52
https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=1608238159221956&id=105910126121441
Responder
0 # André gones 15-09-2017 05:52
Meu caro, este governo foi eleito para governar e não para dar desculpa, pq na época da campanha tinha solução para tudo e todas as contas há estavam feitas, agora vem com desculpa de mau pagador, nos queremos solução.
Responder
0 # Sonhador 14-09-2017 20:47
Os que exploram a miséria para fazer política, os que exploram a fé para obterem lucro, os que exploram os menores para crescerem, o que não falta por aqui são exploradores! Lamentável...
Responder