Pub
Por: Corrine Almeida

Alguns passos têm sido dados no sentido de se ter maior controle da pesca nas nossas águas, mas o mais importante ainda não está implementado: um sistema de observação de bordo. O que falta para a sua implementação? Temos observadores formados, temos manuais e guias produzidos para orientar a observação, temos base de dados já constituída e operante no INDP. O que nos falta para a implementar um sistema de observação de bordo?

Corrine Almeida

Como a incerteza científica sobre a sustentabilidade da pesca do tubarão azul se transforma em certeza?

Na próxima semana Cabo Verde terá com a UE uma nova ronda de negociações relativamente ao próximo acordo de pescas entre as partes. O recente estudo encomendado pela Comissão Europeia para avaliar a conservação dos tubarões associada à pesca no quadro dos acordos de pesca, particularmente com Cabo Verde, é um reconhecimento de que por detrás do acordo de pesca de atuns e afins, os tubarões passaram de pesca acessória para espécies alvo da pesca, particularmente dos longliners. As espécies de tubarões, principalmente tubarão azul ou tintureia e tubarão anequim, vêm compondo, nos últimos anos, mais de 80% das capturas deste tipo de embarcações de pesca, nas nossas águas.

Em nenhum momento do relatório do referido estudo se afirma categoricamente que se trata de uma pesca sustentável. O relatório menciona a capacidade da população de tubarão azul do atlântico em sustentar níveis relativamente altos de pesca comparativamente a outras espécies de tubarões. Entretanto, chama a atenção ao status de vulnerabilidade intermédio dessa população. Ademais cita o recente trabalho da ICCAT que embora assinala que essa população não esteja sendo alvo de sobrepesca, também reconhece os altos níveis de incerteza quanto a essa avaliação. Como a incerteza científica se transforma em certeza?

Independentemente do nível de incerteza (mesmo que fosse baixo), o fato de uma população poder suportar um certo esforço de pesca, não iliba Cabo Verde das suas responsabilidades. Mais importantes que as questões económicas deste acordo são as questões de sustentabilidade não somente das espécies alvo da pesca, mas de todo o ecossistema. Quantas tartarugas são mortas em cada longline colocado nas nossas águas?

Alguns passos têm sido dados no sentido de se ter maior controle da pesca nas nossas águas, mas o mais importante ainda não está implementado: um sistema de observação de bordo. O que falta para a sua implementação? Temos observadores formados, temos manuais e guias produzidos para orientar a observação, temos base de dados já constituída e operante no INDP. O que nos falta para a implementar um sistema de observação de bordo?



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentários  

0 # Bruno Almeida 08-10-2018 00:32
O que nos falta é os POLÍTICOS PARAREM DE FAZER GESTÃO e os GESTORES PARAREM DE FAZER POLÍTICA !!!
Responder