Pub
Por: Walter Évora

.Walter Évora

A reunião extraordinária da Assembleia Municipal da Boavista, que se realizou ontem, foi algo surreal.

Desafia a capacidade intelectual dos maiores analistas políticos, que dificilmente conseguirão explicar o que se aconteceu naquela Assembleia.

O grupo Basta, que governa a ilha da Boavista, liderado pelo seu Presidente José Luis Santos, cometeu uma ilegalidade grave, que nos denunciamos publicamente.

Na sequência dessa denúncia, o senhor Presidente do Basta pediu para se criar uma comissão de inquérito para averiguar essa denúncia, sobre os atos que ele mesmo cometeu.

Foi criada essa comissão, fez-se o inquérito e foi elaborado um relatório onde consta um conjunto de factos gravosos que constituem um atropelo grosseiro a nossa legislação municipal.

Na reunião de ontem, o grupo Basta, que teve a iniciativa de pedir o inquérito e elaborou o relatório, onde consta todas as ilegalidades cometidas pela Câmara que suporta, votou a favor a esse mesmo relatório.

O Presidente da Câmara que é também líder do Basta, ao que parece não gostou daquilo que está no relatório e decidiu acusar alguém de ter adulterado este mesmo relatório.

Mas que coisa estranha?

Eles pediram o inquérito, fizeram esse mesmo inquérito, elaboram um relatório que foi discutido ontem, votaram a favor de mesmo relatório e depois vem dizer que foi adulterado!!!!!??????

Depois um membro da equipa da Câmara pede para embargar as obras no terreno em causa, esse terreno é aquele que foi concedido a um outro membro da equipa da câmara e é a empresa dele que está a construir, o primeiro coloca o segundo no tribunal, o Presidente da Câmara não gosta do comportamento do primeiro e diz que vai coloca-la também no tribunal, todos eles são membros da mesma equipa, o Basta.

Alguém me consegue explicar o que está a acontecer na Câmara Municipal da Boavista??????

Mas há um facto que poderá ter passado muita gente despercebida, mas eu registei.

O facto da responsável de finanças da câmara ter afirmado que a Câmara da Boavista recebeu 100 mil contos do fundo do turismo para efetuar obras de melhoria da nossa ilha, que precisa urgentemente, mas que o senhor Presidente da Câmara já utilizou 32 mil contos desse dinheiro para “investir” no Festival da Praia de Cruz.

Para além disso ficamos a saber na reunião de ontem, que o senhor Presidente da Câmara, que andou a chorar que não encontrou terrenos para vender, afinal para além dos dois lotes que deu a empresa do seu vereador, deu um terreno de 600 m2 a um companheiro seu de muitas lutas políticas.

Já agora, alguém me consegue explicar porque é que o Vereador Aristides Mosso se fez acompanhar de um advogado numa sessão da Assembleia Municipal!!!!????

Walter Évora



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentários  

0 # Bonga 14-09-2018 20:43
Mas isso só pode ser anedota... duvido que seja verdade, se for verdade este país precisa de um 25 de Abril.
Responder
+1 # Jandira 15-09-2018 08:44
Bonga,porquê o espanto!!!??? Este é o nosso maravilhoso país!!! Onde todos somos pobres antes de entrarmos como de[censurado]dos ou presidentes de câmara. Ministros também. Eis o grande Totoloto de Cabo Verde!!! Quem não conhece o Djais , o presidente do Basta!!! Basta para vocês: agora é a minha vez!!! É exactamente o que ele está protagonizando. Aposto em como quando já não será chefe da Boavista , será o grande e rico empresário. Aha ah ah!!! Igual a um antigo président de câmara da Praia que já comprou todo o Plateau. Perguntem qual foi a herança familiar que recebeu??? Para não haver confusões: perguntem ao Jacinto Santos qual a receita para ficar rico: ser presidente de câmara , esperto e oportunista. O Djais bem aprendeu a lição do mano velho. Ah!ah!ah! Só troça es Cabo Verde di nos.
Responder