Pub

 telefone telemovel

O número de telemóveis em Cabo Verde, onde reside menos de meio milhão de pessoas, atingiu os 610.328 no final do ano passado, registando um decréscimo após oito anos de consecutivo crescimento, segundo dados oficiais.

Segundo os indicadores estatísticos do mercado das telecomunicações eletrónicas em Cabo Verde, ano de 2018, hoje reveladas pela Agência Reguladora Multissetorial da economia (ARME), no final do ano passado existiam 610.328 assinantes de telemóveis, 379.076 assinantes da internet, 62.680 assinantes de telefones fixos e 9.829 de televisão por assinatura.

O documento refere que nos últimos oito anos se registou uma tendência crescente do acesso às comunicações móveis, a qual mudou em 2018, com um pequeno decréscimo, quer no serviço de voz, quer no serviço de acesso a internet (3G).

Segundo a ARME, o número total de cartões ativos no mercado móvel em Cabo Verde era de 610.328 no período em análise, o que representa uma diminuição de 0,9% em relação ao terceiro trimestre de 2018.

O tráfego efetuado nas redes móveis totalizou, no ano de 2018, 1.109 milhões de minutos, representado um crescimento de 24%, em relação ao ano anterior.

No mesmo período foram enviados cerca de 65 milhões de mensagens curtas, o que representa um aumento de 26% em relação ao trimestre homólogo do ano 2017.

No serviço de rede fixa, esta contava com 62.680 assinantes no final de 2018, o que representa uma taxa de penetração de 11,5 acessos por 100 habitantes, a qual corresponde a um ligeiro decréscimo de 3,5% em relação ao período homólogo do ano passado.

Com Lusa

Comentários  

0 # Migueis 15-05-2019 14:19
Comunicação mais cara do mundo
Responder
0 # Bigas 17-05-2019 09:12
Não é verdade, em Cabo Verde você paga 1000 escudos para falar durante um mês sem limites, nos EUA paga-se 30 dólares para o mesmo período, quase 3 vezes mais.
Responder