Pub

CV

Cabo Verde vai levar uma delegação de 37 atletas em representação das modalidades de atletismo, taekwondo, voleibol indoor masculino, karaté, boxe e xadrez para os Jogos Africanos de Rabat (Marrocos), que se realizam de 19 a 31 do corrente.

De acordo com o Comité Olímpico Cabo-verdiano, Cabo Verde almeja “conseguir a melhor participação de sempre, no evento que conta com a participação de 54 países e  que garante também a qualificação para os Jogos Olímpicos de Tokio’2020”.

Composta por 37 atletas, a comitiva cabo-verdiana vai ser chefiada por Carlos Albino Santos, presidente da Federação Cabo-verdiana de Halterofilismo.

Os Jogos Africanos são um evento multidesportivo que reúne atletas do mais alto nível de todo o continente.

Em Rabat estão sendo esperados cerca de 6.000 atletas além dos delegados países, jornalistas e espectadores.

Referenciado como um evento de grande envergadura, os Jogos Africanos são realizados a cada quatro anos e contam com 29 modalidades, sendo 17 das quais, qualificáveis para os Jogos Olímpicos de Tokio’2020.

Lista dos atletas que estarão a representar as cores cabo-verdianas:

Atletismo: Jordin Andradem, Samuel Freire, Carla Mendes, Ruben Sança e Eveline Sanches

Boxe: Davilson Morais, Nancy Moreira, Albertino Monteiro, Sérgio Rodrigues, Gelson Semedo, Wilson Semedo e Carlos Silva

Xadrez: Loedi Gomes, Luis Carlos Moniz, Honorina Morais e Joel Pires

Karaté: Danisia Conceição, Jose Gonçalves, Emilize Soares e Jelson Varela

Taekwondo: Sofia Reis, Nicalas Fernandes, Mbaye Massalick, Vania Timas e Sanderson Vicente

Voleibol: Nivaldo Alves, Steven Alves, Valter da Luz, Valdir dos Reis, Danilo Évora, Admilson Melo, Elvim Ferreira, Carlos Furtado, Delson Gomes, Victor Sanches, Jeaniny Santos e Hélder Spencer.

Com Inforpress



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentar