Pub
Por: Andreia TAVARES DE SUSA

Andreia1 

Des ki universu brilia

Dios da-bu bida

Mas kalindariu kria

Oitu di marsu pa bu dia

 

Mudjer, bo e, tudu dia

Ta manxi ta rasgata un fatia

Ku presa ku fadiga

Forsa e bu kantiga

 

Bo e mudjer, mo di tirna

Rostu di sinsa

Bexu di brasa

Odju di fumu

Surizu di kufongu

Kabesa di troxa

 

Txeru di mufia

Petu di kabas

Korpu doxi di bagas

Koxa di lua xeia

Kabelu sima flor di binbirin

Pe finkadu sima kalaron

Koraju di pe di sinbron

 

Mudjer di saia ku prega

Di grodi fora lensu

Mudjer ki modja pe, ku urbadju di laxidu

Ki p’el kusia, el ten ki fri ku spinhu

 

El fasi tapun na rubera

Inbipu pa korbu ku pelada

Ku si kandia ta libra lolu di ladera

Ta kori dentu di txuba pa ba po lata na inbera

Na bu porta nen pa bu xinta na sulera

 

Na bu boronsera ka ten strumu

Mas bu kosta ten ninhu pa bu fidju

A mudjer di boita, mundu

Sen tenpu di diskansu

 

Bu meresi ligria

Na bu kantu

Anu riba di anu

Perinkuantu bu teni bida



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentários  

0 # Marciano Moreira 11-03-2019 00:28
Sin, mudjer e fonti di vida - don supremu! Forti i aribatador!
Responder
0 # Andreia Tavares 11-03-2019 08:52
Sima nhu fla sinhor Marciano, pur isu ki sima el ka ten. Difinison di mudjer e infinitu, mas kel poku ki N fla N xinti na aima. Nu ten ki prizerba nos mujer nos, fonti di nos bida.
Responder